Orquestra Sinfônica do Paraná tocou clássicos como Bach e Beethoven, além de compositores nacionais
29/11/2021 - 11:54

A OSP abriu a temporada de 2021 com o concerto virtual A História do Soldado, de Stravinsky, veiculado no YouTube no dia 11 de janeiro. Em março, a OSP apresentou composições de Schubert.  Nesse mesmo mês, começou o projeto Café com Bach, uma parceria entre a OSP e o Balé Teatro Guaíra. Ao todo foram 15 episódios gravados com músicos e bailarinos. As obras apresentadas foram as Invenções para Duas Vozes. Em maio, estreou o primeiro episódio do Podcast da OSP, um novo espaço de conexão com o público. A data marca 36 anos do primeiro concerto da instituição.

 

Entre junho e julho, os músicos da OSP realizaram oficinas gratuitas e abertas ao público. O evento foi iniciativa dos músicos da Orquestra e contou com a participação de diversos instrumentistas . Para aqueles que não puderam participar, as aulas foram gravadas e estão disponíveis no canal do YouTube da Orquestra Sinfônica do Paraná.

Em outubro, a OSP lançou Clássicos Regionais, um programa que reúne obras clássicas de compositores como Bento Mossurunga, Brahms e Clóvis Pereira. Ao mesmo tempo em que os músicos executam as obras no palco do Guairão, vemos, no cenário, a projeção de telas pintadas por Candido Portinari. No fim desse mês, o público pôde conferir um concerto virtual com obras de compositores alemães sob a regência do maestro convidado Cláudio Cruz. No programa havia o Idílio de Siegfried, de Wagner, e a Sétima Sinfonia, de Beethoven.

 

Por fim, a OSP retornou às apresentações presenciais em novembro em Cascavel e depois em Curitiba. Para comemorar o retorno, os ingressos foram distribuídos gratuitamente ao público. Ao todo, 1.570 pessoas compareceram ao concerto na quarta-feira.

GALERIA DE IMAGENS