Balé Teatro Guaíra fez trabalhos com repercussão internacional em 2021
29/11/2021 - 12:01

O Balé Teatro Guaíra estreou a temporada 2021 com a coreografia inédita Valsa de Apartamento. Criada para ser filmada com o auxílio de drones, Valsa traz proximidade com o espectador, quase como se o público pudesse estar ao lado dos bailarinos. O ambiente intimista é reforçado pelas filmagens feitas nas casas dos dançarinos. O vídeo foi sucesso instantâneo no YouTube e ganhou manchetes nacionais.

Em março, na semana do Dia da Mulher, o Teatro Guaíra apresenta uma programação especial para celebrar o Dia Internacional da Mulher. O BTG lançou um vídeo mostrando as profissionais em diferentes atividades cotidianas, com o objetivo de exibir a existência de mulheres fortes e multifacetadas por trás do ofício da bailarina. O projeto Aulas como Unidade e Cooperação, por sua vez, ofertou oficinas virtuais abertas para profissionais e estudantes de dança

 

Já a coreografia Variações sobre a Mesa, lançada em abril para celebrar o Dia da Dança, foi selecionada para o San Francisco Dance Film Festival. É a primeira vez em que o BTG é selecionado para um festival do gênero. No total, foram mais de 200 horas de trabalho entre criação coreográfica, filmagem e edição.

Para celebrar o aniversário da companhia, comemorado em maio, os bailarinos lançaram o projeto Lá do Avesso, uma websérie de entrevistas produzida pelos bailarinos em que eles refletem sobre a relação do corpo com a dança durante o período de isolamento social vivido no último ano. O vídeo Íris, que celebra o orgulho LGBTQIAP+ e foi lançado em junho, chegou a 10,8 mil pessoas.

O Balé Teatro Guaíra apresentou ainda um sarau ao vivo do Guairão em julho, no mês seguinte lançou o trabalho Birds, que teve boa repercussão nas redes sociais e na mídia. A dança foi acompanhada por uma trilha de Tchaikovsky e foi filmada em diferentes cenários urbanos de Curitiba. Por fim, em outubro o BTG lançou uma programação especial para o Dia das Crianças, o Chromakids, e em novembro foi ao ar o primeiro curta-metragem da cia.: Ocupando o Vazio. Nesse mesmo mês, foi lançado Ganga Zumba, em homenagem ao mês da consciência negra. 

O retorno presencial aos palcos do Guaíra aconteceu com a coreografia V.I.C.A., que conversa com o público sobre os desafios vividos durante a pandemia de Covid e a esperança de retorno para o novo normal. O novo trabalho do BTG também brincou com a tecnologia: o cenário foi virtual e um celular em cena transmitiu o espetáculo ao vivo, como se o público on-line fosse um bailarino da companhia.

GALERIA DE IMAGENS