Corpos Artísticos

 

Primeiras alunas da Escola de Dança Teatro Guaíra, nos anos 50
Primeiras alunas da Escola de Dança Teatro Guaíra, nos anos 50

 

Desde o início, havia a preocupação em transformar o Teatro Guaíra em um espaço de produção de arte paranaense. Assim, em 1956 é criado o Curso de Danças Clássicas do Teatro Guaíra, com o objetivo de preparar bailarinos com nível técnico e artístico capaz de formar um Corpo de Baile para o próprio teatro. Era criada assim a futura Escola de Dança Teatro Guaíra.

 

 

Nos anos 60, inicia-se uma mobilização para a criação de uma companhia oficial de balé. É criado então o Corpo de Baile da Fundação Teatro Guaíra em 1969, sendo a terceira companhia mais antiga do país, responsável pelo maior sucesso do balé nacional, O Grande Circo Místico, que estreou em 1983. Desde então, o Balé Teatro Guaíra já foi visto por mais de um milhão de pessoas.

 

Nos anos 80, é criada a Orquestra Sinfônica do Paraná, que teve o curitibano Alceo Bocchino como primeiro maestro-titular. A OSP já teve mais de 40 maestros convidados e cerca de 200 solistas, que vieram de diversos lugares do Brasil e do mundo. O repertório da orquestra conta com cerca de 900 obras catalogadas.

Bailarinos da primeira formação do Balé Teatro Guaíra, 1969
Bailarinos da primeira formação do Balé Teatro Guaíra, 1969

 

Concerto do primeiro aniversário da Orquestra Sinfônica do Paraná, em maio de 1986
Concerto do primeiro aniversário da Orquestra Sinfônica do Paraná, em maio de 1986

 

No final dos anos 90, um grupo de bailarinos maduros que pertencia ao Balé Teatro Guaíra resolve criar um segundo grupo para explorar novas linguagens artísticas. Surge então a G2 Cia. de Dança, hoje a única companhia de bailarinos masters do país.