• Locação
  • Ingresso
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Destaques

Edição 2018 do Teatro de Comédia do Paraná fica em cartaz até 9 de dezembro

O Centro Cultural Teatro Guaíra apresenta no próximo fim de semana dois espetáculos que fazem parte da programação especial de fim de ano. Na sexta-feira, o Gala Escola de Dança Teatro Guaíra traz ao palco 120 alunos para mostrar o cotidiano do trabalho realizado pela instituição. No sábado, estreia a peça Papéis de Maria Dias, baseada na obra inédita de Luci Collin, que faz parte da edição 2018 do Teatro de Comédia do Paraná (TCP).

Mais informações sobre a apresentação da Escola de Dança aqui

No dia 24, sábado, estreia a peça Papéis de Maria Dias, com direção de Letícia Guimarães e Carolina Meinerz.

A montagem conta a história de cinco Marias com vidas comuns, uma cabeleireira e uma atriz, por exemplo, sem nenhum feito extraordinário. Essa aparente normalidade é confrontada com a trajetória de cinco homens célebres - um deles é André-Marie Ampère, cientista que estudou o eletromagnetismo. Essa dinâmica é usada para discutir temas como grandiosidade, criação e os dramas da existência comum.

Luci Collin explica que o romance tem três eixos principais. O primeiro discute a trajetória das cinco Marias, mulheres comuns, com vidas aparentemente banais. O segundo aborda cinco grandes cientistas homens, que, por seus feitos extraordinários, são reconhecidos através dos séculos e recebem homenagens – são nomes de montanhas na Lua, por exemplo. Por fim, há um demiurgo, um criador, que representa o artista e confronta os dois eixos questionando o que torna a vida “grandiosa”. “Elas têm uma condição meio patética de existência. Nos vemos como vivendo vidinhas, mas será que não somos grandes justamente por isso?”, questiona a autora.


Teatro de Comédia do Paraná (TCP)

O Teatro de Comédia do Paraná (TCP) foi reativado em 2016 e desde então já foram apresentadas as peças O Homem Desconfortável, de Edson Bueno com direção de Alexandre Reinecke, e Hoje é Dia de Rock, de José Vicente, com direção de Gabriel Villela.

Foi criado em 1963 com a finalidade de orientar e coordenar as atividades teatrais do Centro Cultural Teatro Guaíra. O primeiro diretor do grupo foi Cláudio Correa e Castro que montou ‘Um Elefante no Caos’, de Millôr Fernandes. No elenco estavam Paulo Goulart, Nicete Bruno, Lala Schneider, Sale Wolokita, Manuel Kobachuk, José Maria Santos e Joel de Oliveira.

A partir de 1964, o TCP atuou até os anos 2000 e chegou a produzir cinco espetáculos em apenas um ano.

Serviço
Papéis de Maria Dias
De 24 de novembro a 9 de dezembro. Quinta, sexta e sábado às 20h30 e domingo às 19h
Auditório Salvador de Ferrante – Guairinha
Classificação: 14 anos
Ingressos: R$ 20 (vinte reais) e R$ 10 (dez reais)


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.