• Locação
  • Ingresso
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Notícias

Balé Teatro Guaíra é sucesso de público e crítica com o espetáculo “Carmen” em São Paulo, por aqui o Projeto Sexta Pública e os ensaios tem continuidade

O Balé teatro Guaíra segue com a agenda lotada, tanto de ensaios quanto de apresentações. Além dos ensaios com o coreógrafo Luiz Fernando Bongiovanni para a nova montagem de “O Lago dos Cisnes”, que será apresentada em junho, o Balé Teatro Guaíra fez sucesso no VIVADANÇA Festival Internacional, em Salvador, no dia 19 de abril, com o espetáculo “Carmen”. O BTG se apresentou para uma plateia de 1400 pessoas e foi aplaudido de pé.

Nos dias 27, 28 e 29 de abril os bailarinos do BTG se apresentaram no “1º Festival de Dança de São Paulo – Abril Para a Dança”, também com o espetáculo “Carmen”. Nesse festival se apresentaram as principais companhias de dança do Brasil e em todas as noites o espetáculo do BTG e atingiu a lotação máxima do teatro, além do sucesso de crítica tanto do público quanto da classe artística.

“Carmen” que também tem coreografia de Luiz Fernando Bongiovanni, sob composições de Georges Bizet e Rodian Shchedrin, estreou em 2016 no Guairão, com participação da Orquestra Sinfônica do Paraná.

“Carmen” é uma das obras mais conhecidas e tocadas no mundo todo. Escrita em forma de ópera pelo compositor francês, Georges Bizet é um drama clássico de amor e ódio ambientado em Sevilha no século 19. Conta a história da sedutora cigana Carmen, que afasta Don José da noiva Micaela, dando início a uma confusa e trágica trama de amor. A versão para balé foi criada 90 anos depois da estreia da ópera, (1875), em Paris por Rodion Shchedrin, compositor russo, que dedicou a obra à esposa Maya Plisetskaya, primeira bailarina do Balé Bolshoi, que morreu em 2015. O espetáculo pertence ao imaginário da civilização ocidental como uma das tragédias mais conhecidas da história da arte. Trata de amor, passionalidade, ciúme e morte.

"O Balé Teatro Guaíra é uma das principais companhias de balé do Brasil, e a sua circulação pelo Brasil vem comprovar esse sucesso. O Governo do Paraná fez trabalho qualificado no ano passado, com a implantação do Palcoparaná e após um minucioso processo seletivo, foram contratados 23 bailarinos, e com um novo elenco o BTG segue sendo referência em todo o país", afirma o secretário de Estado da Cultura, João Luiz Fiani.

Projeto Sexta Pública

Além da agenda de apresentações, na última sexta-feira de cada mês o Centro Cultural Teatro Guaíra recebe visitantes interessados em conhecer e se aproximar do Balé Teatro Guaíra. Uma oportunidade de fazer um tour pelos bastidores e também vivenciar um dia dentro da rotina de trabalho da Companhia.

O projeto Sexta Pública propicia uma experiência diferenciada, na qual o público pode conhecer de perto a preparação técnico-artística que antecede um espetáculo. As atividades previstas são: visitação aos auditórios do Teatro e guarda-roupa do Balé Teatro Guaíra, aula e ensaios abertos e bate-papo entre visitantes, bailarinos e ensaiadores.

A visitação é conduzida por integrantes do BTG, responsáveis pela apresentação das dependências do Teatro, elaboração e distribuição de material explicativo sobre a aula que será ministrada, detalhes sobre as obras a serem ensaiadas, como também a introdução e mediação aos bate-papos. Este encontro visa aproximar arte e público, possibilitar a acessibilidade à dança contemporânea, sensibilização e formação de plateia.

No dia 17 de abril os integrantes do "DANCEP - Grupo de dança contemporânea do Colégio Estadual do Paraná" esteve participando do Projeto Sexta Pública. Assistiram à aula de balé clássico do Balé Teatro Guaíra ministrada pelo professor Samuel Cavalerski e depois ao ensaio do balé CARMEN.

Foto: Isabela Bugmann

Serviço:
Balé Teatro Guaíra e Orquestra Sinfônica do Paraná apresentam “O Lago dos Cisnes”
De 27 a 30 de junho, às 19h30
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – Guairão
Classificação: 7 anos
Ingressos: R$ 20,00 (vinte reiais).


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.