• Locação
  • Ingresso
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Notícias

Orquestra Sinfônica do Paraná lota Guairão na apresentação Pedro e o Lobo

A Orquestra Sinfônica do Paraná se apresentou na manhã deste domingo, dia 21 de maio, no auditório Benho Munhoz da Rocha Netto (Guairão), com lotação esgotada,. No programa, o conto musical para crianças, Pedro e o Lobo, de Sergei Prokofiev. O concerto, com regência do maestro titular da OSP, Stefan Geiger, é uma realização do Centro Cultural Teatro Guaíra, com patrocínio da Elejor e Huhtamaki.

A obra Pedro e o Lobo foi escrita em 1936. A proposta didática criada por Prokofiev é tornar os instrumentos da orquestra conhecidos das crianças. Cada instrumento é associado a um personagem e costura a história do personagem central.

A história é comentada por um narrador que, neste concerto, foi feita pela atriz Helena de Jorge Portela. As palavras do narrador são ilustradas pela orquestra para que haja uma compreensão por parte das crianças.
Na plateia, crianças, pais e avós, como a Solange Nascimento que trouxe a neta Sol Fernandes dos Santos, 7 anos. Solange achou bastante didático o início da apresentação que explica o papel de cada instrumento musical. "Este começo é muito importante para as crianças acompanharem com mais interesse a apresentação". Encantada e atenta, Sol acompanhou todos os detalhes . "Já estive aqui com a minha escola e adoro música clássica, gosto muito do violoncelo, mas tenho interesse em estudar violino”.

Luiz Carlos Gouveia Ricardo, bancário, trouxe o filho Samuel, de apenas um ano e um mês. "Somos de Cascavel e não me lembro de ter visto lá um evento como este. Assim que eu soube, comprei ingressos para todos da família. Nós sempre colocamos música clássica para o Samuel e ele fica vidrado ouvindo. Então achei perfeita a oportunidade de trazê-lo aqui para um concerto ao vivo".

Famílias inteiras prestigiaram a exibição da OSP. Francis Meneghetti, professor universitário, estava com a esposa Thaís Meneghetti, médica, e a filha Isis, de dois anos e meio.
Meneghetti acredita que deveriam existir mais iniciativas assim que possam atingir as classes socias mais baixas também. "Os concertos com valores acessíveis são importantes para acabar com a falsa ideia de que música clássica é só para as classes mais altas. Todos têm direito à cultura, é preciso apenas que ela seja popularizada". Thaís ficou impressionada com o número de pessoas que compareceu ao teatro na manhã chuvosa de domingo. "Acho excelente esta chance de trazer nossa filha, pois os concertos ainda são para um público muito específico. É necessário ampliar o gosto pela música".

A próxima apresentação da Orquestra Sinfônica do Paraná será no dia 28 de maio, domingo, às 10h30, no auditório Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão). Ingressos R$20,00.
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.