• Locação
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Destaques

Trilha do filme mudo Marinheiro de Encomenda é o próximo concerto da OSP

O maestro titular de 2016 da Orquestra Sinfônica do Paraná, Stefan Geiger, faz uma homenagem ao ator norte-americano Buster Keaton (1895/1966) no concerto dos dias 8 e 9 de maio, no auditório Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão). Geiger regerá a trilha do filme mudo Marinheiro de encomenda (Steamboat Bill Jr), que será projetado durante o concerto. A música foi composta em 2003 pelo maestro e compositor Timothy Brock. A apresentação no dia 8 será às 10h30 e no dia 9 às 20h30. Ingressos R$20,00 e R$10,00. A temporada 2016 de concertos da OSP tem patrocínio da Copel.

O maestro alemão Stefan Geiger é o regente escolhido pelos componentes da Orquestra Sinfônica do Paraná para os trabalhos de 2016. Em março ele regeu dois concertos e volta a Curitiba para reger cinco concertos e maio e outros quatro em junho.
Dentre as orquestras com as quais ele trabalhou estão a do Festival de Orquestra Schleswig-Holstein, Ensemble Resonanz, Filarmônica de Würzburg, Os Sinfônicos de Nuremberg, Deutsche Kammerphilharmonie Bremen, Orquestra Jovem da Romênia, Filarmônica do Estado da Transilvânia e Orquestra de Câmara da Cidade de Curitiba. Geiger é convidado permanente Orquestra Sinfônica da NDR, em Hamburgo. Ele regeu concertos com acompanhamentos orquestrais de filmes mudos como O Artista (2012, Michel Hazanavicius), comédias de Buster Keaton e dramas como O encouraçado Potemkim (1925, Serguei Eisenstein).
No ano passado, Geiger regeu com a OSP, a trilha do filme Metrópolis, de Fritz Lang (1927). A apresentação foi um sucesso e teve lotação esgotada quatro dias antes do concerto.

Enredo - Marinheiro de encomenda (1928) foi um dos grandes sucessos de Buster Keaton. O filme narra a história de Willie Canfield (Keaton) que visita a cidade natal. Ele quer encontrar o pai William “Steamboat Bill” Canfield, capitão de um barco a vapor, que está ameaçado pela concorrência. Ele espera que o filho, que imagina ser um homem forte e trabalhador, ajude-o. Mas o filho é um homem pequeno, magro e de modos simplórios. Quando Willie se apaixona pela filha do concorrente, Bill Senior decide mandá-lo de volta para Boston. Mas antes da partida começa um furacão e Willie salva não apenas o pai, mas também a amada e o pai dela. Com isto, ganha o respeito dos dois concorrentes, que fazem as pazes, o que abre o caminho para a felicidade dos jovens apaixonados.

Keaton - Buster Keaton é um nome importante para o cinema mudo e lembrado como o ator cômico que nunca ria. O rosto quase imóvel e o corpo frenético mostrou um herói em um mundo hostil, mas com valores morais e tenacidade que o fazia triunfar. Um artista que disseminou o “pastelão” inteligente e, com esta peculiaridade, foi considerado rival de Charles Chaplin e dos Irmãos Marx.
Keaton começou a carreira muito pequeno, junto com os pais, que eram humoristas no estilo vaudeville, em um trio chamado “Os Três Keatons”. Quando os pais encerraram as atividades, ele decidiu pela carreira solo e tentou a sorte no mundo do cinema.
Trabalhou ao lado do comediante Roscoe “Fatty” Arbuckle e do produtor Joe Schenck que, juntos, fizeram o curta-metragem “O garoto açougueiro” (1917). O primeiro longa-metragem que Keaton protagonizou foi “O Domador de Cavalos Selvagens” (1921), mas o primeiro sucesso foi One week (1920), filme dirigido e escrito por ele mesmo.
Nos anos 1920, Keaton deu continuidade a produções da própria companhia, chamada Buster Keaton Production, com os filmes O Cara Pálida (1921), Cops (1922), Nossa Hospitalidade (1923), Três Idades (1923), O Navegante (1924), Sherlock Júnior (1924), O Rei dos Cowboys (1925), Sete Oportunidades (1925), A General (1927), O Cameraman (1928) e Marinheiro de encomenda (1928).

Música – a trilha de Marinheiro de encomenda foi composta pelo maestro e compositor norte-americano Timothy Brock (1963). A carreira de Brock com o cinema mudo começou em 1986, aos 23 anos. Ele foi chamado para compor a primeira grande obra para o filme de GW Papst, A Caixa de Pandora. Em seguida compôs para filmes mudos, incluindo  Marinheiro de Encomenda, de Buster Keaton (1928); A General, de Keaton (1926); O leque de Lady Windermere (1925), de Ernst Lubistch; As duas vidas de Mattia Pascal, de Marcel L’Herbier (1926); e Sherlock Jr, de Keaton (1924).
Brock é reconhecido como a autoridade absoluta em músicas dos filmes de Charles Chaplin, tendo restaurado quase todas as obras desde 1998, regendo cerca de 300 apresentações de tais filmes em 20 países. Timothy Brock atualmente reside em Bologna, na Itália.

Serviço
Orquestra Sinfônica do Paraná
Marinheiro de Encomenda (Steamboat Bill Jr)
Dia 8 às 10h30 / Dia 9 às 20h30
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto (Guairão)
Ingressos: R$20,00 e R$10,00
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.