• Locação
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Destaques

Orquestra Sinfônica do Paraná comemora aniversário hoje

                  Como acontece todos os anos há quase três décadas a Orquestra Sinfônica do Paraná brinda o público com um concerto no dia de seu aniversário. A apresentação que marca mais uma etapa na história do grupo musical paranaense, criado há 29 anos, traz a Curitiba o maestro Isaac Karabtchevsky, considerado um ícone brasileiro.

“Estou na Orquestra desde a sua fundação, em 1985, e cada ano comemorar o aniversário é sempre muito bom, é mais uma etapa vencida. Temos um grupo seleto de artistas e solistas, e para este concerto contamos com a regência de Karabtchevsky, um maestro de renome internacional que nos enobrece com sua presença”, diz Paulo Torres, spalla violinista.

O famoso regente brasileiro, filho de pais russos nascido em São Paulo em 27 de setembro de 1934 é hoje um dos nomes mais respeitados no Brasil. Ele conseguiu o prodígio de reunir 300 mil pessoas em um único concerto que regeu na Quinta da Boa Vista, no Rio de Janeiro em 1973. Seu nome é reconhecido também por suas atuações nos Estados Unidos e Europa. Desde os anos 70, Karabtchevsky desenvolveu uma das carreiras mais brilhantes no cenário musical brasileiro, atuou por 26 anos como Maestro da Orquestra Sinfônica Brasileira e também em diferentes orquestras e teatros como a Tonkünstler Orchester de Viena, o Teatro La Fenice de Veneza, entre outros. No início de 2011 o maestro recebeu o convite para dirigir a Sinfônica de Heliópolis, a maior comunidade carente de São Paulo, assumindo paralelamente a direção artística do Instituto Baccarelli. Atualmente é também o responsável pela programação artística do Theatro Municipal do Rio de Janeiro.

Concerto de Aniversário – a Orquestra Sinfônica do Paraná se prepara para receber o público na noite da próxima quarta-feira (28) em grande estilo. O repertório é composto por duas grandes obras de Tchaikovsky. Abre a apresentação “Romeu e Julieta (Overture-Fantasy)”, uma das peças mais conhecidas do compositor russo. A obra teve três versões escritas pelo próprio compositor com base em críticas feitas por Mily Balakirev, um dos nomes mais importantes da época, que liderava um movimento em prol da música russa, conhecido como Grupo dos Cinco, e que também foi o mentor de Tchaikovsky. A segunda obra do concerto, “Sinfonia n° 5 em Mi menor, Op. 64” foi composta em 1888 e reflete momentos cruciais da vida do compositor que neste período passava por turbulências emocionais. É também uma das mais tocadas e conhecidas peças do repertório erudito.

Serviço:

Dia 28 de maio às 20h30
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto - Guairão
Regência: maestro Isaac Karabtchevsky
Programa: Romeu e Julieta e Sinfonia n° 5 de Piotr Ilytcg Tchaikovsky
Ingressos: R$ 20,00 e R$ 10,00 (meia)





Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.