• Locação
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Destaques

Concerto da Orquestra Sinfônica da EMBAP apresenta repertório variado

A Orquestra está sob a regência do maestro Paulo Barreto desde 2011 e realiza cerca de 5 apresentações anuais. As atividades musicais do grupo são práticas do curso superior de instrumento da Escola. Os alunos têm superado os limites de uma orquestra acadêmica, exibindo qualidade profissional em suas apresentações.

O programa do concerto inclui as obras: Abertura “As criaturas de Prometheus” em dó maior, de Beethoven, a peça foi escrita para balé, encomendada pelo bailarino e coreógrafo Salvatore Vingano. A obra se baseia na fábula de Prometheus, cuja alma nobre conduziu o povo aos mais belos ensinamentos das artes e costumes morais. Também está no programa, a “Sinfonia nº 5 em re menor - A reforma”, de Mendelssohn publicada em 1868, após a morte de seu autor. A composição teve como objetivo comemorar o tricentenário da Confissão de Augsburgo (documento sobre a Reforma de Martinho Lutero). A orquestração da obra apresenta maior incidência de metais configurando uma atmosfera sombria à peça. Encerra a apresentação a apresentação “Sinfonia nº 8 em sol maior”, de Dvorák. O compositor Tcheco escreveu a peça em 1889 por ocasião de sua eleição para a Academia Bohemian de Ciência, Literatura e Artes. Em contraste com outras sinfonias, tanto do compositor como do período, a melodia é alegre e otimista.

O maestro

Graduado na EMBAP e posteriormente na Escola Superior de Musica Hanns Eisler, em Berlim, Alemanha, onde também foi pós-graduado, o Maestro Paulo Barreto é oboísta solista da Orquestra Sinfônica do Paraná desde 1989 e professor do curso superior de instrumento da Escola de Musica e Belas Artes do Paraná.
A partir de seu ingresso como regente e diretor artístico da orquestra da EMBAP, o maestro procura trazer sua experiência como músico de orquestra para a formação profissional dos alunos, além motivá-los para que sigam na profissão.

Serviço:
Concerto da Orquestra Sinfônica da EMBAP
19 de setembro às 20h30
Auditório Bento Munhoz da Rocha Netto – Guairão.
Regência: maestro Paulo Barreto
Entrada franca
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.