• Locação
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Notícias

Espetáculo Artrite debate marginalização da mulher

O espetáculo “Artrite” fala sobre escolhas e condicionamentos dos quais as mulheres, numa sociedade conduzida por leis formuladas por homens, estão sujeitas. O sentimento de superioridade e a exaltação masculina, ao longo da história, muitas vezes conduziram para a marginalidade as mulheres que ousaram quebrar alguns padrões sociais. A argumentação do texto surgiu no início de 2019, por iniciativa das atrizes Sabrina Marques e Janaína Ferreira, seguida por Andressa de Lima, expondo temas femininos, cabendo ao diretor do espetáculo Marcelo Leonel Felczak compilar toda a discussão em dramaturgia.

Ingressos aqui

A peça apresenta as dificuldades encontradas pela protagonista ao longo de sua vida, seu sonho de ser uma artista e sua trajetória, saindo sozinha de sua cidade natal no interior do Brasil e se aventurando numa grande uma metrópole em busca de oportunidades mais promissoras. Neste caminho desconhecido e complicado a personagem encontra pessoas não muito amigáveis e individualistas, com valores retrógrados e machistas. Uma mulher presa em suas referências pouco libertárias, seguindo padrões que destoam de suas utopias, entre escolhas e imposições concebe a sua e outras vidas, educa reproduzindo sua prisão em novas gerações. Revisitar acontecimentos marcantes e entender laços familiares que forjaram sua personalidade acaba sendo a maneira encontrada de entender seu momento presente.
Um retrato de tempos já passados, com valores que insistem em permanecer enraizados em nossa sociedade, talvez uma página que não foi virada, ainda que muitas palavras já tenham sido modificadas, cabe a cada um tirar suas próprias conclusões e conduzir a discussão para novos patamares.




Serviço
Artrite
De 29 de novembro a 1 de dezembro, sexta a domingo, às 20h
Glauco Flores de Sá Brito - Miniauditório
Classificação 16 anos
Ingressos: R$ 16,00 (dezesseis reais) e R$ 8,00 (oito reais)
Gênero: Drama
Duração: 45 min.




Ficha Técnica:

Texto e Direção: Marcelo Leonel Felczak
Elenco: Janaina Ferreira e Andressa de Lima
Iluminação e Sonoplastia: Cassiano Fonsaca e Marcelo Felczak
Figurinos: Janaina Ferreira e Sabrina Marques
Cenário: Marcelo Felczak

Currículo do Diretor

Marcelo Leonel Felczak possui formação de ator pela UFPR, também é graduado em Design de Produto na mesma instituição. Integrante do Grupo Arte da Comédia, dirigido pelo italiano Roberto Innocente. Foi Diretor Artístico da Cia de Teatro PalavrAção da UFPR em 2017 e 2018, instrutor de teatro para terceira idade na Universidade Livre do Artesanato e Cultura Popular do Paraná de 2012 a 2016. Em 2019 fez direção do espetáculo Artrite, apresentado no Festival de Teatro de Curitiba, 2018 dirigiu Experimento O Abajur Lilás de Plínio Marcos - Cia de Teatro PalavrAção UFPR. 2017 dirigiu os espetáculos LILITH – Cia Palavração UFPR; SOCIEDADE DOS RATOS - Cia de Teatro PalavrAção UFPR. Assistente de direção de CURTA PASSAGEM (Cia PalavrAção da UFPR) em 2016. Dirigiu também A VIRGEM DE NARCISO (Grupo Teatro e Pesquisa – PR), 2008 e 2009  no Festival de Teatro de Curitiba; AGORA MICKEY É MOUSE, A COMÉDIA DE RATOS (Grupo Teatro e Pesquisa – PR), Festival de Curitiba de 2009. Ministrou diversos cursos entre estes: Preparação de Atores no curso de extensão Arte Dramática e o Teatro de Comédia na UFPR, também Ritmo, Memória em Movimento, Oficina da Maturidade no 26º Festival de Inverno UFPR 2016, Antonina-PR.

Arteiro Produções

É um Coletivo de Teatro que surgiu por iniciativa de ex-integrantes da PalavrAção, Companhia de Teatro da UFPR, formação 2011 e 2018. Com o intuito de dar continuidade aos trabalhos e pesquisas realizadas ao longo dos sete anos dentro da universidade, os artistas se mobilizaram em dar continuidade ao repertório desenvolvido e aos métodos do Prof. Dr. Hugo Mengarelli. O estudo do coletivo é dedicado à pesquisa do ator na criação da Personagem, na linguagem corporal e textual, partindo do principio da ética e estética ao desejo do artista.  Tornando a arte dramática uma experiência autentica e uma forma sincera no jogo cênico, entre atores, equipe e público.
Juntos apresentamos nossa última montagem, o espetáculo Artrite, no 14º Festival de Teatro de Pinhais, 1º Festival de Artes Cênicas de Colombo (FEAC) – sendo indicado nas categorias de melhor espetáculo e melhor direção, Mostra Fringe, do Festival de Curitiba 2019. O espetáculo anterior “Lilith”, circulou no 7º Festival Nacional do Piauí em Floriano, no V Festival de Pontal do Paraná, no 27º Festival de Inverno da UFPR, no Festival de Curitiba 2018 e no 8º FESTPAR (Festival de Teatro de Paranaguá), além do espetáculo Sociedade dos Ratos que participou do 28º Festival de Inverno da UFPR e do Festival de Curitiba 2018.

Contato:
felcmar@gmail.com
Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.