• Locação
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional
Programação Julho/2019
Guairão
Guairinha
Miniauditorio
Teatro José Maria Santos
Outros Espaços
DSTQQSS
 123456
78910111213
14151617181920
21222324252627
28293031
  • Facebook Teatro Guaira
  • Bilheteria
  • Processo Bilheteria
  • Gralha Azul
  • Gralha Azul 2019
  • Portal da Transparência
  • denuncie corrupçao

Destaques

Dez motivos para relembrar a Temporada 2018 da Orquestra Sinfônica do Paraná

Foram 35 concertos, 20 maestros e solistas convidados, um balé, uma ópera e três sessões do filme-concerto Luzes da Cidade. A Temporada 2018 da Orquestra Sinfônica do Paraná, anunciada pelo maestro-titular Stefan Geiger no início de fevereiro, provou ser uma das melhores até agora na história da orquestra. Público e músicos tiveram a oportunidade de se aproximar, de conhecer o trabalho de artistas internacionais e de acompanhar bem de perto o crescimento da nossa orquestra!

Confira os dez motivos que selecionamos para você relembrar esse grande ano!

1. Série Música de Câmara

Em 2018 público e orquestra puderam se aproximar ainda mais durante os seis concertos da Série Música de Câmara, projeto dos músicos da OSP e do maestro-titular Stefan Geiger. As apresentações foram realizadas às quartas-feiras à noite no Guairinha. Além de trazerem grupos menores de músicos e compositores diferentes daqueles já previstos para os grandes concertos da Temporada, o projeto também foi muito importante para o aprimoramento técnico dos músicos da orquestra.



2. Ópera João e Maria

Um dos pontos altos do ano, a ópera João e Maria, teve os ingressos esgotados dois dias antes da estreia. Foi a primeira vez que a OSP apresentou a versão clássica original da obra de Engelbert Humperdinck. A montagem teve direção cênica de Walter Neiva, direção musical do maestro Stefan Geiger e toda a produção de cenário, figurinos e iluminação pela equipe do Teatro Guaíra. As cantoras convidadas Geneviève Tschumi, Christina Heuel e Edineia Oliveira se juntaram aos curitibanos Norbert Steidl, Luciana Melamed e Karolyne Liesenberg para dar vida aos personagens do conto de fadas. A ópera ainda contou com a participação especial do Coral Curumim e da Escola de Danças do Teatro Guaíra.



3. Convidados ilustres

Pacho Flores, Sooyoung Yoon, Michael Nesterowicz, Raphael Haegger, Tanja Tetzlaff, Henrik Schaefer, Victor Hugo Toro, Tobias Volkmann e Winston Ramalho. Esses são só alguns dos maestros e solistas convidados pela Orquestra Sinfônica do Paraná em 2018. Cada um deles pode compartilhar com o público um pouco de suas culturas e formas de fazer música. No vídeo, você confere o solo do trompetista Pacho Flores. Foi ou não foi incrível?




4. Chaplin + orquestra

Em abril, a Orquestra Sinfônica do Paraná, regida pelo maestro Stefan Geiger, trouxe o filme City Lights (Luzes da Cidade), de Charlie Chaplin. A projeção era acompanhada pela trilha sonora, executada ao vivo pelos músicos da OSP. Este estilo é chamado de filme-concerto, e está ganhando cada vez mais espaço nas agendas das grandes orquestras.

 



5.  33 anos de orquestra

Não se pode passar aniversário em branco! O concerto Jubileu, em homenagem aos 33 anos da nossa orquestra, teve como convidado especial o pianista Fábio Martino que tocou Rhapsody in Blue, de Gershwin. O público foi recebido pelo maestro Stefan Geiger e pelos músicos no saguão de entrada, que deram de presente o livreto da programação anual da Temporada.



6. Concerto para Crianças

Foram dois concertos inteiros dedicados às crianças nesta Temporada. No primeiro semestre, os pequenos se divertiram com as aventuras do caubói Billy no Oeste Selvagem, obra de Matthias Bamert. Em setembro, foi a vez de Carnaval dos Animais, de Camille Saint-Saens. 



7. Aventura intergalática

Guairão lotado! O concerto Noite Estrelada, realizado em novembro, teve os ingressos esgotados na véspera da apresentação. A OSP apresentou as suítes dos filmes Star Wars e ET, o extraterrestre, de John Williams. Para completar o clima de viagem espacial, tivemos também a obra sinfônica Os Planetas, de Gustav Holst, que foi uma das inspirações de Williams para a música de Guerra nas Estrelas.



8. Orquestra On Tour

Durante o ano de 2018, a turnê da Orquestra Sinfônica do Paraná passou pelas cidades de Guarapuava, Londrina, Maringá, Arapongas, Apucarana, Pinhais, Piraquara, Campo Largo, Colombo e São José dos Pinhais. Com regência do maestro convidado Marcos Arakaki, a orquestra se apresentou nos teatros, igrejas e centros de convenções, sendo sempre muito bem acolhida pelo público.



9. Programas para os amantes da música sinfônica

Para os verdadeiros fãs da música sinfônica, a Temporada 2018 trouxe vários tesouros. Obras que ficaram desaparecidas por décadas, como a Canção Fúnebre, de Stravinsky e a Sinfonia nº1, de Rachmaninoff. Teve também a Nona Sinfonia de Mahler, O Anel sem Palavras, de Richard Wagner e City Noir, de John Adams. 



10.  O Lago dos Cisnes

Para encerrar a Temporada 2018, o combo de sucesso: OSP + Balé Teatro Guaíra. O Lago dos Cisnes, clássico de Tchaikovsky, foi reinterpretado em versão contemporânea pelo coreógrafo Luiz Fernando Bongiovani. O resultado ficou tão incrível que lotou o Guairão nas três noites da estreia e nas últimas três apresentações do ano, no início de dezembro. 


Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.