• Locação
  • Ingresso
  • Parceiros
  • Vídeo Institucional

Destaques

Stefan Geiger é escolhido novamente como maestro titular pelos músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná

Após o sucesso da Temporada 2018, os músicos da Orquestra Sinfônica do Paraná votaram pela permanência de Stefan Geiger no posto de maestro-titular. O alemão, que havia sido eleito pela OSP em 2016, venceu a nova votação realizada pelos músicos por 41 votos a 19.

“Eu estou muito feliz de ter sido escolhido pelos músicos como maestro-titular pela segunda vez. É uma confirmação fantástica de nosso espírito musical em comum e me motiva a ter grandes planos para o próximo ano”, afirmou Stefan Geiger.

O maestro Geiger acompanhou uma das fases de maior crescimento da orquestra, com a entrada de quase 30 músicos novos e o aumento da qualidade técnica do grupo. “Geiger tem um compromisso com a qualidade fora do comum e quando está nos ensaiando ou regendo consegue imprimir esse compromisso em nós, é simplesmente contagiante”, disse a violinista da OSP Martina Lohmann.

O maestro-titular da OSP, Stefan Geiger também é trombonista na Orquestra Filarmônica do Elba, em Hamburgo, criador e jurado da Games Music Awards, competição que premia os melhores compositores de músicas para videogames na Alemanha, e trabalha como maestro convidado em várias orquestras no Brasil e no mundo. Especialista em filme-concertos, Geiger trouxe para o repertório da OSP clássicos do cinema, como Metrópolis e Luzes da Cidade, de Charlie Chaplin.

Para os músicos, uma das principais vantagens que Stefan Geiger trouxe foi aproximá-los, assim como o público, de grandes solistas e maestros internacionais. Sooyoung Yoon, Michael Nesterowicz, Pacho Flores, Tanja Tetzlaff e Raphael Haeger são apenas alguns dos grandes nomes que passaram pelo palco do Guairão nos concertos da Orquestra Sinfônica do Paraná neste ano.

Com o apoio do maestro, os músicos também tiveram a oportunidade de desenvolver a Série Música de Câmara, projeto que estimula o constante aperfeiçoamento musical dos artistas da orquestra e o contato mais próximo com o público.

Durante as reuniões da orquestra que precederam a votação, foi unânime a opinião de que o maestro Stefan Geiger oferecera um alto nível de qualidade artística nos últimos dois anos. A decisão pela permanência do maestro refletiu a opinião geral que o trabalho de Geiger com a OSP ainda tem muito a acrescentar à música clássica paranaense.

“Assim como os músicos, eu acredito que nosso trabalho contínuo trará mais resultados ótimos para o Paraná”, disse Geiger, que já tem grandes ideias para fazer a Orquestra Sinfônica do Paraná crescer ainda mais na Temporada 2019. 

Recomendar esta notícia via e-mail:

Campos com (*) são obrigatórios.